SOCIEDADE SEM ESCOLAS

Refletindo sobre uma pedagogia ecológica

Por Sonia Aranha

Trabalho com educação formal, isto é, com escola de Educação Básica, há exatos trinta e dois anos e depois de todo esse tempo e de ter entrado no século XXI, tenho tentado pensar em um modo de dar a ela um novo significado.

Sim, porque trabalhar na ou com a escola, nesses últimos anos, tem sido um desafio e tanto, já que há um abismo entre as crianças e jovens do século XXI e a estrutura e funcionamento da escola do século XIX que a cada novo dia de labuta escolar cresce em profundidade e extensão.

Diante de tal situação, em um primeiro momento, cogitei a possibilidade de eliminá-la da sociedade. Não se escandalize. Esse pensamento não é meu, tampouco é original. Bem antes de mim um filósofo, Ivan Illich, já havia escrito a respeito em sua famosa obra Sociedade sem Escolas (1971).

Para ilustrar abaixo segue um resumo em forma de vídeo, muito simplista diante da obra, mas nem por isso desinteressante, a respeito das idéias do Ivan.


Fonte: Blog do Nassif

Postado por Ernesto Albuquerque

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: